Home Notícias Studies on Ramon Llull OS ESTUDIOSOS DE LÚLIO REUNIRAM-SE EM MIRAMAR NO DIA DA FESTA DA TRINDADE
PDF abrir em uma nova janela Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
Seg, 19 de Junho de 2006 00:00


Miramar

A leitura do "Livro do amigo e do Amado" foi o centro da celebração religiosa.
No mosteiro de Miramar, entre Valldemossa e Deià, na ilha de Maiorca, celebrou-se no dia 11 de junho um dos acontecimentos mais importantes para os estudiosos da obra do filósofo maiorquino Ramon Llull: a festa da Santíssima Trindade, organizada pela Associació Ramon Llull, à qual assistiram umas 300 pessoas.

O dia foi dedicado à reflexão do legado desta importante figura da história da ilha. Começou às 9 da manhã com uma conferência a cargo do doutor José María Sevilla Marcos, que falou sobre a importâcia deste pensador e filósofo. Depois, o padre Gabriel Ramis, magíster da Maioricensis Schola Lulistica, dissertou sobre a causa de canonização do beato maiorquino e sobre a Arte de Llull na conversão dos infiéis hebreus e muçulmanos.

Um dos momentos mais esperados foi a leitura do Livro do amigo e do Amado, de Ramon Llull, que começou às 11:30 hs e terminou quatro horas depois e foi realizada por 22 leitores voluntários que completaram a recitação do volume, composto por 266 capítulos.

A versão escolhida para esta ocasião foi a de Joan Gelabert, em catalão moderno, na coleção Clàssics da editorial El Gall do ano 2004.

Entre as associações que participaram do evento estavam a Reial Acadèmia d'Estudis Genealògics, a Societat Arqueològica Lul·liana, a Obra Cultural de Valldemossa, o Grup Excursionista de Mallorca de Gaspar Valero, a Revista de Miramar de Valldemossa e a Universitat de les Illes Balears.

A festa, que este ano terminou às 19:00 hs do entardecer após 10 horas de reflexões sobre a obra do beato, realiza-se todos os anos com motivo do dia da Trindade, que é o domingo antes do dia do Corpus. O motivo para celebrar este dia em Miramar é que no local existe uma capela dedicada à Santíssima Trindade e outra a Llull.

Como explicou Sevilla, a Associació Ramon Llull, organizadora do evento, tem como objetivo "restabelecer a espiritualidade através do legado de Llull, promover a sua canonização e realizar atos de serviço à pessoas em dificuldades".

Nestes terrenos, o rei Jaume II fundou em 1276, a pedido de Ramon Llull, um colégio dirigido pela ordem dos frades menores. Em 1872 passou a ser propriedade do arquiduque Lluís Salvador de Áustria, que lá colocou um fragmento do claustro do antigo convento franciscano de Santa Margalida, propriedade de Pere d'Alcàntara Penya.

 
Português

Megaloja

Livros em Destaque:

LANÇAMENTO
Ateísmo e Relativismo: É possível conciliar?
Anderson M.R.Alves


LANÇAMENTO
Livro Contra o Anticristo
Ramon Llull


LANÇAMENTO
Ser e Dever-ser
Anderson Machado Rodrigo Alves


LANÇAMENTO
O Sal da Consciência
Rafael Ruiz