Home News Notícias da Transição Nacional Uma Espanha que tenha submetidos os catalães pela força não é uma democracia
Uma Espanha que tenha submetidos os catalães pela força não é uma democracia PDF in einem neuen Fenster geöffnet Drucken E-Mail
Geschrieben von: Suso de Toro   
Freitag, 24. Januar 2014 um 10:22
There are no translations available.

O escritor galego acredita que " a maioria da sociedade catalã não faz mais parte de qualquer projeto compartilhado que seja dito espanhol.   A maior parte dos catalães já estabeleceu mentalmente uma linha divisória ",diz Nerea Rodriguez.

E continua: O escritor galego Suso de Toro lembrou hoje que "a nação espanhola de Franco foi baseada na submissão absoluta do povo, foi a partir da submisação , todavia pela força não existem projetos compartilhados" , motivo pelo qual há insistido em que "uma Espanha que tenha submetido os catalães por força não é uma democracia. "


Em um artigo na intitulada " Eldiario.es  ", Piadas dos catalães " de Toro reconhece que" o que acontece na Catalunha é tão importante, tão vivo e surpreendente que espanta-me como reagem as autoridades espanholas: negando este fato e e escondendo-o dos cidadãos" , e acrescenta " Eu não sei o que se ouvirá na Catalunha , mas fora de lá,  ouve-se todo tipo de absurdos", não sé trata de opiniões diferentes ou contrárias, mas de verdadeiros absurdos";

No texto , o escritor galego critica que "o poder autoritário precisa de cidadãos desinformados para tocar adiante as suas políticas ", e o relaciona com o que acontece na Catalunha: "O grosso dos espanhóis está completamente desinformado." Pessoas que se dizem de esquerda ou de direita repetem com maior ou menor contundência ou enfado os mesmos  comentários da televisão dos ultra-direitistas ".

De acordo com de Toro, " a hegemonia dessas ideias é o que permitirá ao sistema político espanhol que a sociedade aceite como algo natural uma medida política antidemocrática: proibir a realização de uma consulta. " Ao mesmo tempo ele argumenta que " as perguntas que eles querem sejam  submetido a votação parece-nos  piores  ou melhores, mas são só perguntas , e não uma declaração de independência . O resultado não tem por que ser juridicamente vinculativo , outra coisa é se,  politicamente, o seria. "

O que lhes resta senão ir embora?"


O artigo também refere-se ao primeiro-ministro espanhol , Mariano Rajoy, advertindo que " se um presidente é responsável deve começar por pedir desculpa aos catalães para ele estar incentivando campanhas xenófobas contra  os eles. Reapresentar o Estatuto Catalão ao Tribunal Constitucional foi um desastre político , mas é coerente com a sua ideologia, mas  incentivar
boicotes é imperdoável . " E se pergunta : "Como podem os catalães acreditar que também é seu presidente? "


O escritor também tem palavras para a imprensa espanhola , e mostra que "reduzem o conflito aos interesses de alguns partidos, para esconder a verdade : há milhões de pessoas na Catalunha que estão querendo esta consulta. Quando se reduz este pedido a um jogo de siglas comete-se um desrespeito a todas essas pessoas . "

Reconhece também , em relação ao Estatuto Catalão que " em nome de Espanha , o Tribunal Constitucional negou a constitucionalidade do reconhecimento de Catalunha como nação, que reivindicaram os catalães, e agora o governo e seus suportes dizem que os catalães  não podem consultar-se a si mesmos ". "O que lhes resta senão ir embora?" pergunta-se, acrescentando: " A propaganda acaba cegando aos próprios que a difundem, e terminem acreditando que os catalães são simplesmente criaturas imaturas, que só se emocionaram e se esquecerão disso quando vejam que não podem fazer nada. "

Finalmente, Toro conclui que " a maior parte da sociedade catalã e,  em conseqüência Catalunha como país, já não faz parte de qualquer projeto compartilhado de nome Espanha, ou espanhol. A maioria dos catalães já cruzou mentalmente uma linha: contemplam a Espanha a partir de fora e não se vêem dentro. Eu acho que já é um fato consumado que mais da metade da população imagina-se como um estado ao lado do estado espanhol . " 

 

 

 
Deutsch

Lagern

Aktuelle Bücher:

LANÇAMENTO
Ateísmo e Relativismo: É possível conciliar?
Anderson M.R.Alves


LANÇAMENTO
Livro Contra o Anticristo
Ramon Llull


LANÇAMENTO
Ser e Dever-ser
Anderson Machado Rodrigo Alves


LANÇAMENTO
O Sal da Consciência
Rafael Ruiz