Home Noticias Notícias da transição nacional
Notícias da Transição Nacional
do Departamento de Assuntos Exteriores

Discriminação Lingüística em Europa. O caso do catalão. PDF abrir en una nueva ventana Imprimir Correo electrónico
Escrito por Esteve Jaulent   
Martes 28 de Enero de 2014 17:16
There are no translations available.

Reunião em Bruxelas com o Secretario de Negócios Exteriores e da União Europeia, da Generalitat de Catalunha 

US Recordem

29/01/2014

11h a 13h

a la sala A5G1 del Parlament Europeu

(1000-Brussel.les)

 Acte sobre la

 LLENGUA

MINORITÀRIA AL

PARLAMENT

 EUROPEU

 

 obert a tothom,

 només heu d'enviar un correu electrònic per inscriure's a:

Esta dirección electrónica esta protegida contra spambots. Es necesario activar Javascript para visualizarla

 

 

31/01/2014

20h

 

Restaurant

“La Brace”

1, rue Franklin/

Franklinstraat

(1000-brussel.les)

 Us convidem al sopar-col·loqui:

"L'APOSTA INTERNACIONAL DE CATALUNYA",

amb la presència del Sr. Roger Albinyana i Saigí.

 

El Sr. Albinyana és el Secretari d'Afers Exteriors i de la Unió Europea, de la Generalitat de Catalunya. La seva tasca és tant la internacionalització empresarial per afavorir les exportacions catalanes i la captació d'inversió econòmica, com donar a conèixer a l'exterior l'actual situació política catalana i els plans del Parlament de Catalunya amb la consulta programada pel novembre d'enguany.

 

Alhora, des de 2011 és Director del programa de suport a la Unió per la Mediterrània de la Generalitat de Catalunya. Anteriorment ha estat President de la Joventut Liberal Europea, pel que és un iniciat en la vida brussel·lenca.

 ·         El preu per persona serà aproximadament de 17€ (plat i beguda).

·         Si us plau, confirmeu la presència, com a molt tard dijous 30, a l'adreça: Esta dirección electrónica esta protegida contra spambots. Es necesario activar Javascript para visualizarla

 Organitza:

Casal Català de Brussel·les, CDC-ALDE Bèlgica, Catalunya Empresa Oberta i ANC Brussel·les

 Casal Català de Brussel.les

 
  Esta dirección electrónica esta protegida contra spambots. Es necesario activar Javascript para visualizarla
 

www.casal-catala.be  

 
Catalunhar quer votar PDF abrir en una nueva ventana Imprimir Correo electrónico
Escrito por Artur Mas i Gavarró   
Viernes 24 de Enero de 2014 13:53
There are no translations available.

13.01.2014 - 01:36

O Governo da Catalunha e os partidos da oposição, a solicitação de seus eleitores, em conjunto, decididuran realizar uma votação popular sobre a autodeterminação em 9 de novembro de 2014. Aos catalães será feita uma pergunta em duas partes: "Você quer que Catalunha seja um Estado? Se assim for, você quer Catalunha seja um Estado independente? "Mas por que Catalunha precisa dar esse passo neste momento? (veja aqui o discurso completo.

 

 

 Is european politics bewcoming more regional? Independence movements are increasing.  

 
Uma Espanha que tenha submetidos os catalães pela força não é uma democracia PDF abrir en una nueva ventana Imprimir Correo electrónico
Escrito por Suso de Toro   
Viernes 24 de Enero de 2014 10:22
There are no translations available.

O escritor galego acredita que " a maioria da sociedade catalã não faz mais parte de qualquer projeto compartilhado que seja dito espanhol.   A maior parte dos catalães já estabeleceu mentalmente uma linha divisória ",diz Nerea Rodriguez.

E continua: O escritor galego Suso de Toro lembrou hoje que "a nação espanhola de Franco foi baseada na submissão absoluta do povo, foi a partir da submisação , todavia pela força não existem projetos compartilhados" , motivo pelo qual há insistido em que "uma Espanha que tenha submetido os catalães por força não é uma democracia. "


Em um artigo na intitulada " Eldiario.es  ", Piadas dos catalães " de Toro reconhece que" o que acontece na Catalunha é tão importante, tão vivo e surpreendente que espanta-me como reagem as autoridades espanholas: negando este fato e e escondendo-o dos cidadãos" , e acrescenta " Eu não sei o que se ouvirá na Catalunha , mas fora de lá,  ouve-se todo tipo de absurdos", não sé trata de opiniões diferentes ou contrárias, mas de verdadeiros absurdos";

No texto , o escritor galego critica que "o poder autoritário precisa de cidadãos desinformados para tocar adiante as suas políticas ", e o relaciona com o que acontece na Catalunha: "O grosso dos espanhóis está completamente desinformado." Pessoas que se dizem de esquerda ou de direita repetem com maior ou menor contundência ou enfado os mesmos  comentários da televisão dos ultra-direitistas ".

De acordo com de Toro, " a hegemonia dessas ideias é o que permitirá ao sistema político espanhol que a sociedade aceite como algo natural uma medida política antidemocrática: proibir a realização de uma consulta. " Ao mesmo tempo ele argumenta que " as perguntas que eles querem sejam  submetido a votação parece-nos  piores  ou melhores, mas são só perguntas , e não uma declaração de independência . O resultado não tem por que ser juridicamente vinculativo , outra coisa é se,  politicamente, o seria. "

O que lhes resta senão ir embora?"


O artigo também refere-se ao primeiro-ministro espanhol , Mariano Rajoy, advertindo que " se um presidente é responsável deve começar por pedir desculpa aos catalães para ele estar incentivando campanhas xenófobas contra  os eles. Reapresentar o Estatuto Catalão ao Tribunal Constitucional foi um desastre político , mas é coerente com a sua ideologia, mas  incentivar
boicotes é imperdoável . " E se pergunta : "Como podem os catalães acreditar que também é seu presidente? "


O escritor também tem palavras para a imprensa espanhola , e mostra que "reduzem o conflito aos interesses de alguns partidos, para esconder a verdade : há milhões de pessoas na Catalunha que estão querendo esta consulta. Quando se reduz este pedido a um jogo de siglas comete-se um desrespeito a todas essas pessoas . "

Reconhece também , em relação ao Estatuto Catalão que " em nome de Espanha , o Tribunal Constitucional negou a constitucionalidade do reconhecimento de Catalunha como nação, que reivindicaram os catalães, e agora o governo e seus suportes dizem que os catalães  não podem consultar-se a si mesmos ". "O que lhes resta senão ir embora?" pergunta-se, acrescentando: " A propaganda acaba cegando aos próprios que a difundem, e terminem acreditando que os catalães são simplesmente criaturas imaturas, que só se emocionaram e se esquecerão disso quando vejam que não podem fazer nada. "

Finalmente, Toro conclui que " a maior parte da sociedade catalã e,  em conseqüência Catalunha como país, já não faz parte de qualquer projeto compartilhado de nome Espanha, ou espanhol. A maioria dos catalães já cruzou mentalmente uma linha: contemplam a Espanha a partir de fora e não se vêem dentro. Eu acho que já é um fato consumado que mais da metade da população imagina-se como um estado ao lado do estado espanhol . " 

 

 

 
Noticias do Departamento da Presidência. Secretaria de Assuntos Exteriores e a União Europeia PDF abrir en una nueva ventana Imprimir Correo electrónico
Escrito por Esteve Jaulent   
Jueves 23 de Enero de 2014 13:49
There are no translations available.

Notícias atualizadas em catalão cada dia.       Cadapágina tem tradutor para todas as línguas.

 
Discurso do Presidente da Catalunha Artur Mas em Bruxelas PDF abrir en una nueva ventana Imprimir Correo electrónico
Escrito por Esteve Jaulent   
Jueves 23 de Enero de 2014 13:38
There are no translations available.

Discurso do Presidente Artur Mas no dia 7 de novembro de 2012. Em inglês. Clique aqui.
 
<< Inicio < Anterior 1 2 3 4 5 Siguiente > Fin >>

Página 4 de 5
Castellano

Tienda

Libros destacados:

LANÇAMENTO
Ateísmo e Relativismo: É possível conciliar?
Anderson M.R.Alves


LANÇAMENTO
Livro Contra o Anticristo
Ramon Llull


LANÇAMENTO
Ser e Dever-ser
Anderson Machado Rodrigo Alves


LANÇAMENTO
O Sal da Consciência
Rafael Ruiz